quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Felicidade Realista

Texto de Martha Medeiros,
Felicidade Realista

"A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. 
Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.
Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. 

 Passeio no RJ em 2009.
Vithor (de boné) 
 E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo.
Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. 
 Yasmin com 2 anos

Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. 

Fim de tarde no Parque Ipanema, Yasmin e Bira (meu esposo)

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. 
Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar. 
É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.
Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo.Faça o que for necessário para ser feliz. 
Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade
Eu, minha irmã Thuane, minha mãe Lindaura e minha irmã Solange. 

 
Eu e meu filho Vithor

Minhas irmãs Solange e Thuane, Vithor e minha sobrinha Nicoli.

Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade."
(Martha Medeiros)

Muitas vezes o ser humano procura tanto a felicidade, mas como diz o texto ELA POR SER ALGO TÃO SIMPLES, PODE ESTÁ A SEU LADO SEM QUE VOCÊ A VEJA!!! Pense nisso.
Felicidade pra mim é ver minha família com saúde, o bem mais precioso que alguém pode ter!!!

Gente estou estagiando na Usiminas, uma metalurgica aqui do Vale do Aço, eu saio 7:00 horas de casa e só volto as 18:00, está sendo muito cansativo, pois chego e ainda organizo a casa e faço almoço para o dia seguinte, não sei quando voltarei aqui, meu estágio termina dia 20/01/12. Quero me dedicar ao máximo a essa nova fase.
Não estou conseguindo visitar os blogs nem pelo painel rsrsrs, o tempo é curto!!!
Desde já o meu muito obrigada a todas pelo carinho em forma de recadinhos, rsrsrs,  visitantes sejam bem vindos, NÃO me abandonem, assim que tiver uma tempinho passo para dar um "oi" rsrsrs.
Vanessa Oliveira    

9 comentários:

nilva peralta disse...

Passei prá dar uma espiadinha no seu blog e adorei!!!!
Tbém gosto muito de culinária e de assuntos relacionados à nutrição , apesar de ser leiga no assunto.
Trabalho com chocolate e biscoitos artesanais sob encomenda e estou sempre procurando fazer umas receitinhas mais saudáveis e nutritivas.
Bjinhos.
Nilva

Monalisa Melo (Entre, a casa é minha ) Curitiba - Paraná disse...

Amei o texto, e volte logo, boas festas e um Feliz Natal. Tudo de bom querida, sua família é linda! Beijos.

Irleyse Garcia Costa de Sa disse...

Oi amiga,
tb to doida p gente encontrar...mas qdo falei com a Erika ela disse que talvez seria em janeiro...buáá'
eu to fazendo quimio toda terça, mas eu fico bem...eqto estiver aqui só marcar que to dentro...pior que em janeiro, á pra meiados, devo ficar em bh direto...
vamo agilizar?
bju

Taís Marçal Diniz disse...

Lido texto!
Feliz Natal amiga! Bjo!

Pepa disse...

Oi Vanessa, é a Vi, também li o livro da Marta Medeiros e gostei muito, ela fala de coisas que faz parte do nosso cotidiano.
Gostei das fotos da família.
Muitos beijos,Vi

estanisartes disse...

Desejo a você e aos seus familiares Feliz Natal e Próspero Ano Novo, que Deus proporcione muito amor, saúde, paz e felicidades.
Estes são os meus sinceros votos.
Bjs

Dinny disse...

Olá, vim lhe desejar feliz natal e abençoado ano de 2012.
Que as bênçãos de Deus continuem abundantes sobre tua vida e de tua família.
Aproveito para informar que tem sorteio no blog www.flashtictac.blogspot.com
Acesse e participe.
Abraços.

Teresa Moreira disse...

Desejo a você e aos seus familiares Feliz Natal e Próspero Ano Novo, que Deus proporcione muito amor, saúde, paz e felicidades.
Estes são os meus sinceros votos.
Bjs
Teresa

Cristiane disse...

Oi Vanessa querida, quero lhe desejar um lindo dia de Natal, que Jesus reine em seu lar com sua família...
Beijão pra você...
Cris....